Procedimentos para entrada e saída de mercadorias do país são modernizados

A Receita Federal modernizou um série de procedimentos para entrada e saída de mercadorias do país. De janeiro até julho deste ano, os Correios registraram a entrada de quase 24 milhões de objetos no Brasil. São quase 200 mil pacotes por dia que passam pela triagem e controle da Receita Federal antes de serem entregues. Todo este processo era feito de forma manual e agora, com as mudanças, o processo passa a ser totalmente eletrônico, com redução do tempo de entrega e aumento da segurança.

Com as novas regras, o tempo de entrega deve cair de 40 para 30 dias e os tributos passam a ser calculados automaticamente. Além disso, os impostos sobre remessas vindas do exterior poderão ser pagos com cartão de crédito ou boleto bancário e deixa de ser necessária a presença do destinatário na agência dos Correios para pagar impostos em dinheiro. Agora, os bens importados por meio de remessas postais poderão ser comercializados e não vai mais existir mais o teto de US$ 50 mil. Os Correios poderão participar de importações acima de US$3 mil. Só em 2016, a empresa exportou cerca de US$200 milhões e a expectativa é que o número aumente.

A publicação das novas normas já foi feita no Diário Oficial da União e vai facilitar o comércio internacional e aumentar a efetividade dos processos aduaneiros.