Brasil registra recorde de doações de órgãos

O Brasil registrou o maior número de doadores de órgãos de sua história. No primeiro semestre deste ano, mais de 1.600 famílias autorizaram a doação, o que representa um número 16% maior do que no mesmo período do ano passado. Apesar da boa notícia, 43% das famílias ainda se recusam a autorizar a doação e, com isso, deixam de salvar muitas vidas. Para mudar esse cenário, o Ministério da Saúde lançou, na quarta-feira (27), a campanha “Família, quem você ama pode salvar vidas”. De acordo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o objetivo é sensibilizar a população para a importância desse ato.

Se o ritmo de transplantes se mantiver até o fim do ano, o Brasil deve registrar um crescimento de 27% entre 2010 e 2017. Os transplantes mais realizados no país são os de córnea, rim, fígado, coração e pulmão.