Vila Flores realiza a Semana Cultural

Foto: Divulgação

O município de Vila Flores terá uma programação especial a partir dessa segunda-feira, 7 de agosto, será realizada a Semana Cultural. Diversas atividades voltadas para a cultura e lazer irão ocorrer até o dia 11, incluindo a 8ª Feira Municipal do Livro. As atividades serão realizadas no Auditório Municipal Vivian Vanessa Fiori.

A abertura oficial será na manhã de terça-feira, dia 8. Entre as ações programadas estão apresentação com o Grupo de Canto e Coral Acordes Pra Vida e Banda Municipal, bate-papo com os escritores André Neves e Manuel Filho, espetáculos LÒRAX (Grupo Caravana do Bem) e Asas de Borboleta (Grupo Feras do Palco).

Além disso, atividades paralelas estarão ocorrendo, como exposição de trabalhos artísticos baseados nas obras dos escritores, exposição do concurso fotográfico Saberes e Fazeres de Vila Flores, participação de escolas dos municípios vizinhos e dinâmicas literárias com o Vivandeiro da Alegria, Roger Castro. A comercialização de livros será feita pela Livraria Confraria das Letras/Gato Preto nos dias 9 e 10 de agosto, das 8h30 às 19h30.

A secretária Municipal de Educação e Cultura, Rafaela Peruzzo, acredita que a leitura é determinante para ampliar a maneira como se percebe o mundo. “Um evento cultural voltado à leitura é de grande relevância para a formação pessoal e cultural da população. E nosso município, pensando dessa maneira, realiza anualmente a Semana Cultural e Feira do Livro. A Feira não é só comercial, mas é voltada para a convivência, difusão da cultura, agregando valores de cidadania, onde a cultura está ao alcance de todos, visto que o espaço está aberto à toda comunidade”, ressalta, acrescentando que estas atividades despertam o prazer pela leitura de várias formas, não só pela obrigação de ler.

A realização é da Prefeitura Municipal de Vila Flores, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, com apoio da Câmara de Vereadores de Vila Flores, Colégio Estadual Dosolina Boff, EMEF Doze de Maio e EMEI Nostri Bambini. O patrocínio é do Banrisul e Governo do Estado.

 Foto: Divulgação

Sobre os escritores:

André Neves

Nasceu em Recife, capital do estado de Pernambuco. Lá começou a desenvolver suas primeiras atividades relacionadas à literatura infantil. Atualmente reside em Porto Alegre (RS), onde trabalha pesquisando, escrevendo e ilustrando livros infantis. Estudou Artes Plásticas, é arte-educador e promove palestras e oficinas sobre literatura infantil e juvenil. O autor tem vários livros publicados por diversas editoras, além de prêmios em reconhecimento ao seu trabalho, como o "Prêmio Luís Jardim" 2001, de melhor livro de imagem.
Como escritor em 2003 foi agraciado com menção honrosa no Prêmio Jabuti e também no prêmio "O SUL - Correios e Telégrafos". Em 2004 recebeu o "Prêmio Açorianos" de melhor ilustração. Ainda recebeu por parte de sua obra selos "Altamente Recomendável", concedidos pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Em 2011 recebeu o prêmio Jabuti de melhor livro infantil pela obra: Obax. André dedica-se a arte de escrever e ilustrar para crianças de todas as idades, e suas imagens já foram vistas por crianças e adultos do mundo inteiro em mostras de ilustração dedicadas à infância.

 

Manuel Filho

Escritor, nascido em São Bernardo do Campo (SP), foi agraciado com o prêmio JABUTI 2008, possui mais de 40 livros publicados por editoras como Melhoramentos, Ática, Saraiva, Editora do Brasil, Panda Books, Mundo Mirim, Prumo, Paulus, Besouro Box, Escala Educacional, entre outras. Em 2015, foi o patrono da 24ª. Feira Literária da cidade de Carlos Barbosa (RS).
Foi finalista, em 2013, do prêmio Açorianos de literatura com o livro A Menina que perdeu o trem, Besouro Box. Viaja por todo o Brasil participando de feiras e encontros literários, entre eles Felisb/Felit SBC, Bienal do Livro de São Paulo e Feira de Porto Alegre. Já recebeu, por cinco vezes, o selo de Acervo Básico da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ. Tem obras em Braille e ministra oficinas literárias com regularidade por todo o país. Além disso, também é cantor, com dois CD’s lançados, sendo que com o segundo disputou duas indicações para o Grammy Latino.
Iniciou como redator na Rádio 97FM. Em seguida trabalhou na TV Mulher (redator programa Clodovil), TV Record (Ana Maria Braga/Note e Anote) e TV Senac (Histórias de Comércio). Também trabalha como ator e já participou de grandes espetáculos teatrais. Escreveu para revistas, televisão e rádio.